Leia a íntegra desta notícia no site da Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves, entidade sem fins lucrativos cuja missão é ajudar e apoiar pessoas com a câncer e auxiliar a comunidade no combate e na prevenção da doença.

Programa de reinserção no mercado de trabalho ajuda famílias com pacientes acometidos pelo câncer

14/07/2021

Arquivo Pessoal

Apoio oferecido pela Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves incentiva retomada gradativa das atividades para diagnosticados com a doença e familiares que dedicam seu tempo durante o tratamento

 O impacto do diagnóstico de câncer tem consequências que vão além da saúde do paciente. A doença atinge, também, quem necessita abdicar sua vida para ajudar os que são acometidos durante o tratamento e a possível reabilitação. Essa nobre missão, geralmente, compete a algum familiar próximo. Para se dedicar ao doente, essas pessoas acabam deixando ou perdendo o emprego, o que interfere de forma estrutural e financeira no dia a dia da família. Quando a doença passa, os impactos permanecem. E é preciso, então, reunir forças para reconstruir a vida.

Diante dessas situações, a Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves atua com foco em atender todo o contexto familiar dos pacientes. No caso do casal Adílio Nelson Tretto e Nilce Petkovicz Tretto, o apoio da entidade surgiu em um momento de extrema dificuldade. O ano era 2010 quando Adílio foi diagnosticado com um tumor maligno cerebral. Para enfrentar o tratamento ao lado do marido, Nilce abriu mão de sua função como costureira e passou a dedicar todos os esforços no cuidado de seu companheiro – que necessitava de suporte para todas as tarefas diárias.

Na época, a Liga ofereceu acompanhamento e suprimentos para a família. "Recebemos medicações, apoio com sonda, ranchos e apoio psicológico e jurídico durante todo o tratamento. O carinho da Liga permanece conosco até hoje, com visitas e ajuda com os remédios, principalmente", conta a esposa.

Porém, a entidade teve o entendimento de que Nilce necessitava de algo a mais para retomar, aos poucos, sua profissão e, consequentemente, ter acesso a uma renda extra. Foi então que propôs a participação no programa de reinserção no mercado de trabalho. Entre 2012 e 2013, a Liga a presenteou com uma máquina de costura para que ela pudesse confeccionar peças em casa e a convidou a participar de capacitações. "Até aquele momento, eu não podia sair de casa. Esse incentivo fez com que minhas atividades voltassem de forma gradativa. Hoje, sigo costurando de casa. Graças a isso, conseguimos nos estabilizar financeiramente", relata.

Aos 55 anos, ela segue apoiando o marido, que ainda necessita de auxílio no dia a dia, mas enxerga as possibilidades com outros olhos a partir do apoio oferecido pela entidade. "O diagnóstico de câncer gera um grande impacto na vida da família, mas graças a essa rede colaborativa criada pela Liga, conseguimos nos reerguer", celebra.

 

Suporte está ao alcance de todos

A ajuda oferecida pela Liga segue sendo fundamental para as famílias. O trabalho de reinserção no mercado de trabalho é uma forma de incentivar que tanto pacientes quanto familiares possam retomar suas vidas após o difícil período de tratamento e recuperação do câncer. "Nossa preocupação contempla todo o processo vivido pelas pessoas acometidas pela doença e por quem está ao seu redor, desde o diagnóstico até a reabilitação. Por meio desse programa, estimulamos uma volta às atividades, como incentivo financeiro e, de forma ainda mais especial, psicológico", reforça a presidente da entidade, Maria Lúcia Gava Severa.

Para mais informações ou busca de auxílio, é possível contatar a Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves pelas redes sociais, telefone (54) 3451-4233 ou no site www.ligaccbg.com.br.